Médicos da UPA decretam estado de greve em Juazeiro do Norte

Médicos da Unidade de Pronto atendimento (UPA) de Juazeiro do Norte devem paralisar as atividades até a próxima quinta-feira (25). Eles decretaram estado de greve por conta da sobrecarga de trabalho que está sendo imposta aos profissionais, além de correção de defasagem salarial e falaram ainda sobre falta de dialogo entre a empresa e os profissionais.



O Instituto Médico de Gestão Integrada (IMEGI), bem como o Ministério Público do Estado Ceará (MPCE) já foram notificados sobre a intenção dos médicos, através de documento assinada por 28 profissionais. Na comunicação oficial, os profissionais reclamam A contratação demais médicos, equiparação salarial para plantões, definição de chefe de equipes dentro da unidade.


Atualmente o município Juazeiro do Norte conta 31 Postos de Saúde da Família (PSF) sem médicos, o que estaria sobrecarregando o atendimento da UPA. A população não atendida nas unidades buscam atendimento na Unidade e acaba promovendo superlotação, atrasos e transtornos.

Em nota enviada a imprensa, a Secretaria da Saúde disse que desconhece a informação de que haverá paralisação dos médicos da UPA por falta de apoio às suas reivindicações. Informou também que a IMEGI foi autorizada a contratar mais um médico para a UPA. Além de outras providencias como atendimento noturno nos PSF do bairro Limoeiro e na unidade da Vila Nova.

No dia 20 de abril, a Prefeitura iniciou o atendimento aos sábados no Hospital Estephânia Rocha Lima, com dois médicos atendendo das 8h às 17h a população das áreas que estão temporariamente sem profissionais nas UBS do seu bairro.” Finaliza a nota.

Veja a nota na íntegra:


NOTA DE ESCLARECIMENTO IMEGI

“Ao receber o Ofício emitido pelos prestadores de serviços médicos, prontamente o IMEGI tomou as medidas para que as solicitações fossem atendidas da melhor forma possível, estando sempre aberta ao diálogo e negociação com a classe. Dentre as principais reivindicações, com a autorização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foi efetuada a contratação de mais um plantonista médico para dar apoio aos atendimentos, com início previsto para esta segunda-feira (22), e a contratação de uma empresa de segurança armada para unidade, que será implantada a partir de maio.

Pensando na saúde da população Juazeirense, o IMEGI conta com a compreensão de todos para que as queixas sejam sanadas. Destacamos que não há paralisação das atividades e que o atendimento na unidade segue normal.”


 
Por: Adriano Duarte
 
 
 
Badalo