Nova Olinda] Prefeito e vice estão rompidos, nasce um novo grupo político no município



O prefeito Afonso Domingos Sampaio (PSD) e o vice, Ítalo Brito Alencar (PP) estão rompidos politicamente. O rompimento se deu em razão do apoio dado pelo vice-prefeito a decisão de um grupo formado por 9 vereadores para julgar duas representações de populares contra o prefeito por atos de infrações políticos administrativas que podem, em tese, levar a cassação do mandato do prefeito. 
Os julgamentos podem acontecer a partir da próxima sessão da câmara de vereadores marcada para a quinta-feira (14). Uma das representações pede o afastamento cautelar do prefeito até o fim das investigações, caso a denúncia seja aceita por a maioria absoluta da câmara que é composta por 11 vereadores e para o pedido ser acatado depende da aprovação de pelo menos 8 edis. 
O blog ranilsonsilva conversou com o vice-prefeito Ítalo Alencar o qual afirmou que o seu apoio dado a decisão dos vereadores não tem relação com o fato de ele vir a ser o beneficiário do resultado das votações da câmara municipal caso os vereadores entendam pelo afastamento ou cassação do mandato do atual gestor, como quer as representações propostas no poder legislativo em desfavor do prefeito. 
"eu fiquei do lado de 9 vereadores que me procuraram e disseram a mim que as denúncias são graves, merecem ser analisadas e julgadas, não tem nada haver com interesse ou conveniência pessoal" disse.
O vice-prefeito acrescentou ainda que desde que as denúncias apareceram o mesmo esperou que o prefeito o procurasse pessoalmente ou por telefone, mas o prefeito não fez qualquer contato e, segundo ele, o silêncio do prefeito só aumentou as desconfianças dos vereadores e outras denúncias apareceram para tornar ainda mais complicada a situação.

Como eu posso ficar contra os vereadores e contra o povo, questiona o vice-prefeito? Doutor Ítalo, como é mais conhecido, disse que foi procurado pelo prefeito 7 dias após a primeira denúncia e 1 dia antes de ser protocolada a segunda representação e que a decisão do grupo de 9 vereadores já estava tomada.

"Eu deixo os vereadores votar com liberdade sem fazer qualquer pressão política sobre eles, disse somente a cada um que o espírito público fosse acompanhado de um forte senso de justiça, mas que o bem maior do nosso município fosse colocado em primeiro lugar" disse.         
     

Novo Grupo Político 

Questionado se essa sua decisão significava um rompimento político com o prefeito ele respondeu 
"sim, desde o início da gestão que Afonso {Sampaio} tem se encontrado muito distante do nosso povo e ausente da cidade, o povo pede uma mudança já e a câmara entendeu isso"   
Esse novo grupo político ainda está em formação segundo doutor Ítalo e sua gestação acontece justamente com base nesse movimento feito pelos vereadores  
"ouvir as pessoas, abrir as portas do poder legislativo pra discutir os nossos problemas", disse.

 Blog Ranilson Silva